27 de fev de 2013

Educação firma parceria que prevê curso de línguas para docentes de todo o estado

Atenção, professores de inglês!
A iniciativa que já beneficiou mais de 7 mil educadores da capital chega ao interior: a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo fez nova parceria com a Cultura Inglesa e levará cursos de aperfeiçoamento para professores de todo o Estado! Vejam: www.educacao.sp.gov.br/noticias/nova-parceria-entre-secretaria-e-cultura-inglesa-levara-cursos-para-docentes-de-todo-o-estado

FORMAÇÃO PELA ESCOLA 2013

O que é o FormAção pela Escola?
O Formação pela Escola é um programa de formação continuada, na modalidade a distância, que tem como objetivo contribuir para o fortalecimento da atuação das pessoas envolvidas com execução, acompanhamento, avaliação, controle e prestação de contas de programas do FNDE. 

Quem pode participar? 
Funcionários, Professores, Diretores , Supervisores 

Como é o FormAção pela Escola?
CURSOS:
CB (Competências básicas), PTE (Programa Transporte Escolar), PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola), PLi (Programa Livro Didático), FUNDEB ( Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica ), PNAE (Programa Nacional da Alimentação Escolar, Prestação de Contas e Controle Social) 

O FormAção pela Escola é organizado em 8 cursos modulares de 40h cada.
São eles:  CB, PDDE, PTE, PLi, Pnae, Fundeb, Prestação de Contas e Controle Social.
Os cursos são escolhidos conforme o interesse e a necessidade do cursista ou do grupo de cursistas.
Cada curso de 40 horas é realizado em duas fases: fase presencial, com oito horas, e fase a distância, com 32 horas, num período mínimo de 30 dias e máximo de 45. Os encontros presenciais seguem o cronograma definido pela Tutoria, desde que a conclusão do curso não exceda o prazo de 60 dias.


Pré- Incrições para o Formação pela Escola - Módulo PDDE até 05/03

O que é o FormAção pela Escola?

O Formação pela Escola é um programa de formação continuada, na modalidade a distância, que tem como objetivo contribuir para o fortalecimento da atuação das pessoas envolvidas com execução, acompanhamento, avaliação, controle e prestação de contas de programas do FNDE.
A Certificação é de 40 horas.
08 horas presenciais  e 32 horas online.
Dois encontros presenciais no horário noturno. Início em março.

Mais informações no fone: 14 3108-0021 com o PCOP Rau
Para fazer a pré - inscrição , CLIQUE AQUI

25 de fev de 2013

10 recomendações e 13 bons motivos que a Unesco dá para usar celular na aula



Escolas de todo o Estado já podem se inscrever em Olimpíada Brasileira de Matemática


Escolas estaduais de todo o Estado já podem se inscrever na Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas (Obmep). A competição recebe inscrições até o dia 5 de abril pelo site da Obmep.
A disputa, que chega este ano a nona edição, contou com a participação de 19 milhões de alunos de mais de 45 mil escolas distribuídas pelo país, em 2012.
Estudantes a partir do 6º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio podem participar da Olimpíada. Na hora da competição, os estudantes são divididos em três níveis, o primeiro para alunos de 6º e 7º anos do fundamental, o segundo para jovens de 8º e 9º anos e o terceiro para quem estiver cursando qualquer série do Ensino Médio. Leia mais >>>

15 de fev de 2013

Nova ferramenta "Histórico de participações"


? Quieres hablar español?

Fonte: DOE de 15/02/2013
A partir deste ano, a Secretaria da Educação, em parceria com a Universia Brasil, oferecerá curso de espanhol on-line. Serão 25 mil vagas para estudantes de ensino médio regular e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede estadual de ensino. Para este semestre estão abertas as pré-inscrições para as 12,5 mil vagas disponíveis.

Alunos da rede estadual têm agora espanhol on-line; são 12,5 mil vagas e a seleção dos candidatos é feita com base no aproveitamento escolar.

O cadastro deve ser realizado até o dia 28 pelo site www.educacao.sp.gov.br/projetos/evesp . As aulas a distância começam no dia 25 de março e vão até 25 de setembro.
Outras 12,5 mil vagas serão oferecidas no segundo semestre.
A seleção se dará com base na freqüência e no melhor rendimento na disciplina de língua portuguesa. O propósito é oferecer aos estudantes oportunidades para o desenvolvimento de novas formas de expressão linguística, enriquecimento curricular e acesso a outros povos e culturas.
A lista de aprovados na primeira chamada poderá ser consultada, a partir das 18 horas do dia 4 de março, no portal www.educacao.sp.gov.br . Os contemplados deverão comparecer à escola em que estudam entre 5 e 7 de março para efetuar a matrícula. Caso restem vagas, haverá segunda chamada nos dias 11 e 12 de março.
O curso de espanhol on-line será oferecido no site http://aprendizagemvirtual.universia.com.br . O conteúdo pode ser acessado em qualquer lugar, a partir de qualquer computador. Cada módulo será disponibilizado quando o estudante atingir 80% de acerto na avaliação do módulo anterior. A jornada é de 60 horas, em 10 módulos.
Outros idiomas – Os interessados têm ainda acesso a cursos de outros idiomas, por meio dos Centros de Estudos de Línguas (CEL) e de plataformas virtuais.
Em todo o Estado há 226 CELs, que ensinam gratuitamente espanhol, italiano, francês, alemão e japonês. Todos os cursos são para estudantes a partir do 7º ano do ensino fundamental, sejam do ensino regular ou da EJA. Só em 2012, o programa beneficiou mais de 74 mil alunos.
Desde o início do ano passado, os jovens do ensino médio têm à disposição
o curso de inglês on-line, oferecido gratuitamente por meio da Escola Virtual de Programas Educacionais do Estado de São Paulo (Evesp). Aproximadamente 10 mil se formaram em 2012. Neste ano, serão oferecidas 60 mil vagas.
Por meio de parceria com o Instituto Confúcio na Unesp, os alunos da rede estadual têm a possibilidade de aprender também língua chinesa com professores nativos.
Por enquanto, o curso é oferecido somente em São Paulo, São José dos Campos, Araraquara e Franca. Mas a meta é expandir gradualmente para outras localidades.

13 de fev de 2013

O idioma estrangeiro em números

Como o brasileiro estuda, quanto gasta e o que as empresas esperam dos profissionais em termos de domínio de outras línguas. Para saber mais clique aqui,


6 de fev de 2013

Como os blogs podem melhorar a escrita dos alunos


Os blogs podem ser importantes ferramentas para desenvolver habilidades relacionadas à escrita e comunicação com os alunos. Mas seu uso não se restringe aos textos. O contato com as plataformas permite que os estudantes desenvolvam outras habilidades como diálogo e senso de responsabilidade, ao terem que, por exemplo, responder os comentários ou administrar questões de direitos autorais sobre o que publicam. Para ajudar os educadores sobre o uso dos blogs em sala de aula, Ben Curran, professor e consultor educacional em uma escola em Detroit, nos Estados Unidos, dá dicas, passo a passo, de como criar um blog, usá-lo em classe e até como ampliar seu acesso por meio de hashtags no Twitter, como é o caso da #comments4kids, criada por especialistas para chamar pessoas a comentarem em trabalhos de estudantes de todo mundo. Continue lendo>>>

4 de fev de 2013

Escola de Ensino Integral

Procure a Diretoria de Ensino para fazer sua matrícula
 até o dia 15 de fevereiro de 2013